Blog

Agosto
publicado em 27 de Agosto de 2018 | em Livros

Agosto

Acordar, é manhã
Mais um sonho para lá
Nevoeiro matinal, desigual
Água fria, gelada, apetecia…

Maré vazia, deitar
Pensar, pensar…
Descansar, tempo de viver, gozar, alegrar

Mar, deixa-me entrar
Sorrir, sentir, as ondas assim vir
Contigo ao meu lado, minha sereia
Sinto-me alucinado, a maré ficou cheia

Areia, imensa, extensa
Molha-te, enrola
O poeta pensa, joga, brinca
À bola, à bola na areia extensa…

A noite intensa chega sem aviso
Perfumado, alastrado, envergonhado, acontece…
Permanece ali, acompanhado, aconchegado, indeciso…

Ter-te aqui a meu lado
Pensar se sou do teu agrado
Imaginar-te o fim de uma estrada
Conduzir-te até a alvorada…

20/10/1995
%d bloggers like this: